EnglishPortugueseSpanish

NOTÍCIA

Produtividade: é possível criar gado de corte em pequena propriedade?

A pecuária brasileira não para de crescer e os números abaixo mostram isso. É preciso ficar atento também à outra tendência, que é a de criar gado de corte em pequenas propriedades.

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o Brasil tem um rebanho bovino superior a 218 milhões de cabeças.

O Valor Bruto da Produção Pecuária, de janeiro a agosto de 2021, segundo o Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, foi de R$ 155,03 milhões, no mercado bovino. 

Mas para entrar no segmento não é preciso investir em grandes extensões de terra, o gado de corte pode sim, ser criado de forma saudável e lucrativa em pequenas propriedades.

Para quem deseja investir em gado de corte é importante, antes de mais nada, conhecer um pouco do mercado.

Entender o custo de produção, a demanda, qual raça se adapta melhor ao local que está a propriedade e os cuidados para que esse gado seja, de fato, produtivo.

Esses detalhes farão o seu negócio muito mais lucrativo, do que ter apenas uma grande área.

Vantagens na criação de gado de corte em pequena propriedade

Uma das vantagens de criar gado em pequena propriedade é conseguir fazer um melhor monitoramento do rebanho.

Isso possibilita entender o que funciona para um ganho de peso mais efetivo, e uma melhor projeção para o tempo de abate.

Além, é claro, de entender os investimentos necessários, para garantir que o gado esteja saudável, fazendo uma conversão alimentar de alta performance.

A qualidade da forrageira é outro fator que merece atenção, afinal, a maior parte do rebanho brasileiro ainda tem, no pasto, sua maior fonte de alimento.

ENGORDA DO BOI EM CONFINAMENTO: ENTENDA MAIS SOBRE O ASSUNTO

Se essa for a realidade da sua pequena propriedade, invista no manejo do pasto e lembre-se de se preparar para o período de seca.

Em muitos casos, a solução encontrada para compensar a alimentação durante o período de estiagem é silagem.

Outra opção é investir em irrigação, mas, como tudo em um negócio, é preciso avaliar os custos e benefícios, para saber o que vale a pena.

Investir no chamado pastejo rotacionado (divisão da área de pastagem em piquetes, que são submetidos a períodos rotacionados de pastejo e descanso) é uma forma de aumentar a produtividade que traz vantagens como:

  • Maior controle sobre a quantidade de pasto disponível;
  • Recuperação da forrageira que fica mais vigorosa e nutritiva com o período descanso;
  • Pastagem com maior vida útil;
  • Menor custo com recuperação do pasto;
  • Menor infestação de plantas invasoras; e
  • Redução de perdas de pastagem devido ao pisoteio excessivo dos animais.

Gado de corte em pequena propriedade

O sistema de confinamento também é bastante indicado para criar gado de corte em pequenas propriedades.

Nesse caso os animais são alimentados no cocho, com ração e silagem, precisando de menos espaço físico com pastagens.

A saúde e produtividade do gado também atinge melhor performance com os suplementos minerais.

Eles podem ser oferecidos para gado em confinamento e em pasto.

Para auxiliá-lo, a Nutrimais oferece opções para diferentes fases da vida do gado de corte:

  • +Controle – núcleo para mistura destinado aos bovinos de corte e leite, de todas as idades e em todas as suas fases de criação, contendo aditivos probióticos e prebióticos (mananoligossacarideos e glucomananos), sulfato de ferro e enxofre ventilado.
  • +Engorda – suplemento mineral para mistura, destinado aos bovinos de corte de todas as idades e em todas as suas fases de criação. Associado aos aditivos probióticos e prebióticos (mananoligossacarideos e glucomananos), e levedura seca de cana-de-açúcar.
  • + Cria e Recria – suplemento mineral para mistura, destinado aos bovinos de cria e recria de todas as idades e em todas as suas fases de criação. Associado aos aditivos probióticos e prebióticos (mananoligossacarideos e glucomananos), levedura seca de cana-de-açúcar, macro e microminerais.

Cuidados com o gado de corte

Mesmo que seja uma pequena propriedade, o gado de corte precisa de uma estrutura mínima, como os cochos e bebedouros.

É importante que os cochos tenham cobertura, para que o alimento fique melhor protegido, especialmente de chuvas.

Tanto os cochos como bebedouros devem ter espaço suficiente para que os animais tenham acesso fácil, mesmo que outros estão no local.

Lembre-se sempre que:

  • Água de qualidade é fundamental para a engorda do gado de corte; e
  • Se o acesso ao alimento e água for dificultado, pode fazer o animal desistir de consumi-lo, prejudicando seu desenvolvimento.

Ainda que sua criação de gado de corte seja em uma pequena propriedade é indispensável cuidar da saúde dos animais.

Manter as vacinas em dia e um veterinário que possam acompanhar a saúde do rebanho é fundamental.

Fontes: Giro do Boi; Dia Rural; Folha do Mate; Comprar Rural; WM Borrachas